FAP - FUNDAÇÃO ATAULPHO DE PAIVA

:: 115 ANOS DE COMBATE A TUBERCULOSE ::

Ultimas Notícias

Bulas

Categorias

Centro de Ação Social


 

Centro de referência TB/ HIV/Aids e tabagismo para organizações comunitárias e estudantes 

A Fundação Ataulpho de Paiva planeja criar, em 2013, o Centro de Ação Social FAP, um centro de referência em tuberculose, coinfecção tuberculose e HIV/Aids, tabagismo e mobilização social. A unidade será voltada, originalmente, para ativistas e organizações sociais e de base comunitária, além de estudantes, interessados pela temática, pesquisadores e profissionais afins. O objetivo é promover ações em saúde preventiva e promoção social em comunidades de baixa renda.

O Centro será mantido com recursos próprios da Fundação, através de parcerias e convênios com instituições públicas e privadas.

A proposta prevê a criação de um espaço comunitário com acesso à internet para pesquisas e apoio às ações comunitárias, na sede do Centro de Ação Social. A unidade disponibilizará ainda de auditório com infraestrutura para a realização de seminários, cursos e outros eventos pertinentes à saúde e cidadania.

No espaço, haverá atividades para o desenvolvimento de capacitações e oficinas temáticas sobre temas de interesse coletivo, dirigidas às lideranças comunitárias e estudantes universitários, além de apoio institucional e gerencial às ações de promoção da saúde e desenvolvimento sustentável.

A FAP se compromete, ainda, com o incentivo às ações integradas entre atores comunitários, universidades, empresas e instâncias governamentais, cujo produto resulte em melhoria da qualidade dos serviços oferecidos às populações mais vulneráveis.

Atividades previstas para 2013:

  • Acolhimento das ações do Fórum ONGs Tuberculose do Estado do Rio de Janeiro, em particular as reuniões ordinárias do coletivo.
  • Acolhimento das diferentes instâncias de interlocução entre movimento social de tuberculose e HIV/Aids, gestores e academia –  a exemplo do GT Tuberculose e Aids (SES/RJ) – Comissão Estadual de Aids e Tuberculose, entre outras.
  • Realização de oficinas de sensibilização e mobilização para diferentes atores sociais na área da saúde preventiva com foco nas questões de tuberculose, HIV/Aids, hepatites virais, diabetes e tabagismo.  
  • Realização de oficinas de sensibilização, mobilização e, quando necessário, capacitações específicas, para funcionários da FAP, Vila Rosário e Preventório de Paquetá.
  • Participação e colaboração no processo de planejamento e desenvolvimento das ações anuais da CIPAT.
  • Desenvolvimento de materiais educativos de apoio às ações de sensibilização, mobilização e capacitação nas áreas temáticas de ação da central.
  • Organização e disponibilização de acesso a um “centro de documentação” de materiais impressos e digitais sobre as áreas de atuação da Central FAP.
  • Participação no planejamento e desenvolvimento das ações alusivas ao Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose (24 de março) e Dia Estadual de Luta Contra a Tuberculose (6 de agosto).
  • Ampliação e fortalecimento das ações comunitárias em prevenção à tuberculose através de projeto em fase de captação de recursos junto ao Tesouro Nacional, em fase da negociação.